Home Office ou Coworking?

Quais as diferenças e o que escolher?

Com os avanços da tecnologia, abriu-se a possibilidade de mais e mais empresas não terem sede física e partirem para o formato moderno e muito funcional entre diversos profissionais e segmentos: o home office e o coworking. Com a ajuda da internet isso se torna cada vez mais possível.

A quantidade de profissionais, empresas, startups e empreendedores que aderem ao trabalho de home office e coworking (espaços compartilhados) é crescente em todo o Brasil. Apesar de ser ótimas opções, cada profissional deve ficar atento aos prós e contras de cada escolha.

Antes de tomar alguma decisão, vamos entender do que se tratam esses dois modelos de trabalho?

HOME OFFICE
É a possibilidade de o profissional trabalhar da própria casa sem se deslocar para um escritório, minimizando ao máximo as despesas fixas de um escritório, aluguel, transporte e até refeições feitas fora de casa. Alia-se a outros benefícios como a possibilidade de maior flexibilidade de horários e estar mais à vontade no ambiente do lar.

Muito cuidado deve-se ter nessa opção de modelo de trabalho para não cair na procrastinação, não estabelecer disciplina de horários e organização de tarefas. Muitas pessoas conseguem ser dona de seu tempo, ficam mais relaxadas e produzem melhor trabalhando em casa, sozinhas, outras precisam de pessoas e disciplina de horários e ambientes movimentados para produzir com melhor qualidade e não perderem o foco.

Uma desvantagem em trabalhar em casa é se houver necessidade de atender algum cliente, deverá marcar em um espaço externo, um café, por exemplo.

COWORKING (ESCRITÓRIO COMPARTILHADO)
Modelo de escritório compartilhado onde a ideia é oferecer um espaço para cada profissional com custos reduzidos. Uma nova tendência que vem modificando o formato de trabalho de empresas e empreendedores, principalmente entre startups e pequenas empresas. A prática já é bem comum em diversos países, mas tem feito grande sucesso no Brasil.

Quem opta pelo formato coworking está em busca de um ambiente mais profissional, com maior foco mas em contrapartida, traz um custo um pouco maior, embora bem menor que o aluguel de um escritório próprio. É preciso se atentar neste formato sobre a dificuldade de deslocamento para o local de trabalho e também sobre a estrutura que o coworking oferece. Tem que ser uma que vá de encontro às necessidades de seu negócio. É importante identificar um escritório compartilhado que disponibiliza áreas de reuniões e todo os benefícios que você poderá usufruir no seu dia a dia para valer a pena sair do home office.

10 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS ENTRE HOME OFFICE E COWORKING
Confira abaixo, 10 principais características entre Home Office e Coworking, e decida qual a melhor opção para seu negócio:

Home Office
    
1. Fugir do agito do escritório: muitas pessoas não conseguem desenvolver o trabalho num ambiente muito movimentado, principalmente aqueles que tem problemas de concentração. Se em casa for um ambiente tranquilo e calmo, essa é uma boa opção.


2. Evitar descolamento entre casa e trabalho: Em grandes cidades e capitais, o tempo que se gasta para sair de casa e chegar ao trabalho é de pelo menos duas horas, considerando o ritual de se arrumar, tirar o carro da garagem, enfrentar um trânsito, muitas das vezes pesado e congestionado. Quando se trabalha em home office, uma das grandes vantagens é não ter que enfrentar diariamente essa rotina, economizando tempo e dinheiro com deslocamentos.


3. No conforto do lar: uma vantagem em se trabalhar em casa é estar mais próximo à família. Para as mamães que ainda tem filhos menores, essa é uma opção bastante segura e desejada. Pesquisas comprovam que para uma boa parte dos profissionais que optam por esse formato é o fato de estar mais perto da família.


4. Redução de gastos: aluguel, internet (usa-se a de casa), refeição, estacionamento, secretária, segurança, limpeza, etc. Trabalhando em home office, a diminuição com estes e outros gastos são relevantes. Deve-se medir se os prós vão superar os contras de se trabalhar no conforto e silencio de casa.


5. Ambiente e projeto personalizado: muitas pessoas optam por trabalhar em casa por ter a tranquilidade de estar num ambiente silencioso e poder criar seu próprio ambiente inspirador. A primeira experiência de um empreendedor costuma ser a do home office pois é a opção de custo mais baixo e a facilidade de personalizar seu próprio espaço de trabalho, onde seja inspirador e que fique mais à vontade, conta muita diante de sua decisão.


Coworking

1. Produzir melhor: muitas pessoas não conseguem produzir bem em casa pois o ambiente não colabora e acabam caindo na procrastinação, ou seja, deixa tarefas pra depois. Para pessoas que perdem o foco nas atividades do trabalho, o ambiente home office – mais confortável – pode ser um obstáculo. Para esses casos, a estrutura do coworking é mais recomendada pois o profissional tem à sua disposição um ambiente com um espaço agradável e corporativo num mesmo momento.


2. Aumento do networking: Trabalhar em home office não faz com que você aumente seu networking com a mesma rapidez se comparado ao ambiente de coworking. A possibilidade que o ambiente lhe dá em conhecer profissionais de diversas áreas é grande. Além de não ter que ficar no isolamento de casa. Os coworkings são ambientes de grande oportunidade para profissionais que desejam aumentar seu relacionamento, criando oportunidades de negócios e novas parcerias.


3. Economia: trabalhar num mesmo ambiente mas usando a mesma plataforma faz uma grande diferença no final do mês. Muitos são os custos para abrir um escritório hoje. Além do aluguel, condomínio e IPTU, existem os gastos – que muitas pessoas não colocam no papel – que são limpeza, manutenção, monitoramento, central de alarme, energia, água, móveis e muito mais. Montar um escritório próprio é inviável, principalmente para o empreendedor que está começando o negócio. Investir esse dinheiro no seu próprio negócio, faz mais sentido.


4. Ambiente motivador e produtivo: os profissionais que trabalham em equipe são mais produtivos. Isso porque a motivação está sempre entre eles. Nos ambientes compartilhados não é diferente! Trabalhar junto com outras pessoas é bem mais motivador que trabalhar sozinho. Imagina você ao lado de vários profissionais ativos e fechando negócios o dia todo. É muito motivador! Além de ter um colega que pode te ajudar a dar uma opinião sobre seu trabalho, alguma ideia diferente da sua que poderá ser “a grande tacada”, ou seja, você está sempre aprendendo coisas novas, trocas de experiências em diferentes áreas, todos os dias.


5. Sair do aluguel de sala comercial convencional: o mais difícil hoje nesse momento de recessão é ter que pensar em pagar o aluguel todo mês e mais todas as despesas de segurança, telefone, internet, Iptu, etc... No coworking você gastará muito menos, por ser compartilhados, e não terá que se preocupar com tantas datas e vencimentos que acabam te tomando tempo. Contratando seu plano de uso, todas essas preocupações ficarão por conta da administração do coworking. Seu tempo será dedicado para o seu negócio.


Em cada negócio e em cada profissional existem suas particularidades distintas. Cada qual precisa avaliar qual o formato que melhor lhe atende, no conforto de sua casa ou em espaços compartilhados, interagindo com pessoas e promovendo um aumento em seu networking e visão de negócios.

Estamos aqui para te explicar melhor sobre o propósito e benefícios que um coworking pode lhe oferecer. Entre em contato conosco e fale um pouco sobre o seu negócio que vamos lhe ajudar. E não se esqueça de compartilhar este artigo em sua rede social.

Faça parte do melhor Coworking no Centro de RJ

Escolha a sua unidade

White River

Av. Rio Branco - Centro

White River

Rua Rodrigo Silva - Centro

Vamos tomar um café?

Desenvolvido por Agência Talk.Fy